Drummond: da Rosa do povo à Rosa das trevas

Portada
Atelie Editorial, 2001 - 322 páginas
Vagner Camilo se propõe a analisar um dos períodos do itinerário poético de Carlos Drummund de Andrade, mas acaba por lançar luz sobre a totalidade da obra. A começar, porque parte de um lúcido inventário dos acertos de leitura ou de recepção da guinada poética de Claro Enigma, quando o sujeito lírico se recolhe, numa atitude mais ampla e distanciada da História.
 

Comentarios de usuarios - Escribir una reseña

No hemos encontrado ninguna reseña en los sitios habituales.

Índice

Agradecimentos
13
Fortuna e Infortúnio Críticos
23
Formalismo
49
Sectarismo Ideológico
63
Uma Retirada Estratégica
89
Do Impulso Amistoso ao Mergulho no Nirvana
103
Do Mergulho no Nirvana ao Obscuro Enigma das Pedras
123
Sondagem Periférica do Enigma
151
Do Lamento ao Tédio e à Agressão
191
Entre o Desengano e uma Utopia Desencarnada
205
Elementos de uma Cosmovisão Trágica
227
Culpa Social
243
Culpa Familiar
263
Culpa História e Natureza
277
Revelação Final
299
BIBLIOGRAFIA
313

Da Sombria Aceitação da Noite ao Legado do Impasse
169

Otras ediciones - Ver todo

Términos y frases comunes

Información bibliográfica